Convidado http://escoladecidadania.org.br/wp-login.php?action=logout&redirect_to=%2F&_wpnonce=bbe5b208ee

Mão na Massa

Voltar

Direitos Humanos

Faça Você Mesmo

Que tal aprofundar o que você aprendeu até aqui e compartilhar com outras pessoas? Dá uma olhada na proposta de atividade e mãos na massa!

Do que vamos precisar:

A imagem do quadro “Criança Morta” (1944), de Candido Portinari, impressa ou projetada em uma tela;TV ou computador com caixas de som e um projetor; Cartolina ou quadro; folha de sulfite; cola e tesouras; canetões; giz de cera e lápis de cor; régua; borracha e lápis grafite.

Como vamos fazer:

Passo 1

Apresente aos participantes a pintura “Criança Morta” (1944), de Candido Portinari, sem dar informações sobre ela. Peça para que cada pessoa escreva em uma folha o que essa pintura representa para si e qual sentimento gera. Peça para cada um dar o nome a pintura.

Em seguida, peça para que o grupo compartilhe o que registraram. Deixe que os participantes se expressem à vontade e, a partir do que disserem, faça outras perguntas, estimulando-os a falarem mais.

Passo 2

Pergunte ao grupo o que sabe sobre Direitos Humanos. E qual a relação do quadro, e de tudo que falaram sobre ele, com esse tema. Deixe a galera falar um pouco. Em seguida exiba o vídeo “A história dos direitos humanos” e facilite o debate sobre o filme, com base no texto sobre direitos humanos.

Passo 3

Separe as pessoas em pequenos grupos. Distribua um trecho diferente da Declaração Universal dos Direitos Humanos, previamente selecionadas, para cada um. Peça para que elaborem desenhos, poesia, colagens ou qualquer outra representação artística daquele trecho. Em seguida, os grupos devem se apresentar.

Tá na mão:

Se liga nessas dicas para aprofundar a discussão.

Assista no YouTube aos vídeos:

A história dos direitos humanos

Direitos Humanos – ONU mulher Brasil

A verdade sobre direitos humanos – Gregório Duvivier